23 de abril de 2011

Resenha: Crônicas para Jovens de Amor e Amizade - Clarice Lispector


Editora: Rocco

"Amor e amizade inspiraram Clarice Lispector dezenas de vezes. Prova disso são as quatro dezenas de textos selecionadas pelo editor Pedro Karp Vasquez para a coletânea De amor e amizade – crônicas para jovens, primeiro de uma coleção que reunirá crônicas, escolhidas por temas, de Clarice Lispector.
Sem prender-se a significados prosaicos, a escritora criou durante anos histórias que remetem a amizades daquelas sem tamanho, a amores para o resto da vida, a relacionamentos baseados na superficialidade e até mesmo ao episódio daquele amor destruído por causa de um bule de bico rachado. Passadas mais de três décadas da morte de Clarice Lispector, os textos confirmam que esses sentimentos permeiam relações e gerações.
Os textos escolhidos apresentam-se impregnados pela forma incomum com que a escritora transporta para o papel seu jeito de ver o mundo e de lidar com o amor e a amizade. Linha após linha, Clarice conduz seus leitores pela “mistura de observações das miudezas do cotidiano com vastos voos do espírito”, como define o editor no prefácio. Leitores de Clarice Lispector não tem idade, mas desta vez a seleção foi pensada para provocar uma experiência inspiradora em jovens leitores, aqueles que “estão começando a descobrir os mistérios e os prazeres do amor e da amizade”.



"O que nos salva da solidão é a solidão de cada um dos outros.As vezes,quando duas pessoas estão juntas,apesar de falarem,o que elas comunicam silenciosamente uma à outra é o sentimento de solidão"


Nunca tinha lido Clarice Lispector, mas sempre tive interesse e curiosidade. Comprei esse livro por impulso mesmo e acabei demorando a lê-lo para ler devido a outros que me chamaram mais atenção. Eu me surpreendi muito com as crônicas, achei o livro incrível e mal posso esperar para ler outros dela. Minhas favoritas são: “Por causa de um bule de bico rachado”, “Sem aviso”, “As grandes punições”, “As dores da sobrevivência: Sérgio Porto” e “Saudade”. Essas foram as que eu mais me identifiquei, mas todas são ótimas. É uma leitura rápida, boa para filas e salas de espera, mas as crônicas te tocam de tal maneira que faz você querer pegar uma caneta e começar a escrever. Porque da maneira que a Clarice Lispector escreve, parece que as palavras voam pela página, parece que ela fala com o leitor. Ótimas crônicas que retratam muito bem o amor e a amizade. Eu terminei o livro com o gostinho de quero mais, provavelmente agora vou procurar mais livros dela para ler.

4 comentários:

  1. nossa. eu tenho esse livro vai fazer um ano e ainda não li hsuahsa vou ver se pego nele logo :D Confesso que nunca tive interesse nas obras da clarisse *apanha* :XX mas ganhei esse de aniversário e ainda não li. você meio que me encorajou agora hsauhs :D lerei em breve!! ;)

    que blog fofo :3 vou conferir mais posts *-*

    ResponderExcluir
  2. Vale muito a pena!
    É um dos objetivos do blog né! Estimular a leitura!

    obrigada!

    gabi

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você gostou de uma escritora tão importante para a literatura brasileira! Tomara que você se interesse por outros clássicos também.

    Da Clarice Lispector, conheço mais os contos. Um que acho bem legal (mas triste) é "Tentação".

    ResponderExcluir
  4. ah eu tenho esse livro,e já li perfeito demais >< *----*

    ResponderExcluir