2 de outubro de 2011

Resenha: Reunião - Meg Cabot

Entrei na Maratona do blog Fly with Ni, com os livros da série A Mediadora. E eu realmente me empolguei porque é série é muito boa. Se quiserem entrar, é só clicar aqui.
Depois que eu terminei o dois, eu fiquei com um desejo incontrolável de mais Jesse. Então, já engatei a leitura do terceiro volume. E graças a um barulho infernal que me acordou cedo em um sábado de manhã, li praticamente todo ele em umas duas horas.
Suzannah é uma adolescente como outra qualquer. Bem, quase... Ela tem um pequeno segredo: é uma mediadora. Fala com fantasmas e os ajuda a descansar em paz. Um dom um tanto incomum para ser divido com os colegas, irmãos e até mesmo com a mãe. Mas de uma pessoa Suzannah não conseguirá esconder seu segredo. Gina, sua melhor amiga de Nova York, está na cidade passando uns dias com ela. Durante sua estada, quatro adolescentes morrem num acidente de carro. E Suzannah se vê obrigada a abrir mão de seus dias tranquilos com a amiga para ajudar as almas penadas.
Esse livro é melhor que o dois, mas ainda assim inferior ao um. O mistério criado dessa vez pela Meg é diferente e surpreendente. Eu adorei, podemos ver que nem sempre as pessoas são quem dizem que são. Vemos também a amiga de NY da Suzannah, Gina com muito mais frequência, já que ela está visitando a amiga. E vemos a Suzannah indo à loucura com as quedinhas dos seus meio-irmãos pela Gina.
Descobrimos um pouquinho mais sobre o padre Dominic, o que me fez gostar dele ainda mais. Essa é inclusive minha cena favorita, quando o padre, Suze e Jesse estão descendo a montanha para tentar resolver uns probleminhas que envolvem uns fantasmas (p. 141) Também tem a última cena que é a coisa mais fofa do mundo, mas é a segunda melhor.
O Jesse é o Jesse. Pena que como a Gina está ficando no quarto da Suze, ele não aparece tanto. E isso não deu só raiva apenas em mim, Jesse não pareceu gostar muito da companhia da amiga da Suzannah.
“- Não entendo por que você fica tão infeliz com isso – Jesse havia se deitado nas telhas, contente como eu nunca tinha visto – Eu gosto muito mais assim.-Assim como? – reclamei. (...)-Só nós dois – disse ele dando de ombros – Como sempre foi. (p. 76)”

Enfim, a leitura anda com uma facilidade incrível. É impossível parar depois que começa. Minha única frustração foi que eu queria mais Jesse ainda. Porém, pelo que estava lendo na orelha do próximo livro, isso será compensado.
“-Não. Provavelmente só vai tentar conversar com eles. Acho que é melhor assim. Quero dizer, ele é fantasma, eles são fantasmas... Têm um monte de coisas em comum . (p. 150)

6 comentários:

  1. Só li um livro da Meg Cabot até hoje e confesso que não gostei taaanto.
    Porém, essa série me interessa. Ainda não dei uma chance a ela, mas em breve darei.

    Já estou seguindo seu blog. Quando tiver um tempinho, me faz uma visita?
    www.amormisterioesangue.com

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Bia: Essa série vale a pena, e é bem diferente dos livros típicos da Meg. Faço sim, obrigada!

    Gabi

    ResponderExcluir
  3. Ai, só li o primeiro livro mas amo essa série. Estou louca por mais Jesse ;D
    Estou com saudades, mas não consigo tempo para fazer uma visitinha ao meu fantasminha favorito ;\

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Julia: Haha, eu sempre consigo achar um tempinho. E o Jesse fica cada vez melhor.

    Gabi

    ResponderExcluir
  5. Eu amo essa série, mas tenho que confessar que não me lembro das histórias de todos os volumes separadamente :P Faz muuuito tempo que li :o
    Até acho que vou reler em breve só por causa dessa maratona, que me atiçou!!!

    Meg Cabot é uma diva né *-*

    Beijos
    Adriana - Mundo da Leitura

    ResponderExcluir
  6. Adriana: Eu também não lembrava, acho que depois de um tempo junta tudo como se fosse em um livro só. A série é perfeita haha, pode ser lida e relida milhões de vezes.

    Gabi

    ResponderExcluir