25 de janeiro de 2012

Resenha: O Morro dos Ventos Uivantes - Emily Brontë


Editora: Martin Claret
 Na fazenda chamada Morro dos Ventos Uivantes nasce uma paixão devastadora entre Heathcliff e Catherine, amigos de infância e cruelmente separados pelo destino. Mas a união do casal é mais forte do que qualquer tormenta: um amor proibido que deixará rastros de ira e vingança. "Meu amor por Heathcliff é como uma rocha eterna. Eu sou Heathcliff", diz a apaixonada Cathy. O único romance escrito por Emily Brontë e uma das histórias de amor mais belas de todos os tempos, O morro dos ventos uivantes é um clássico da literatura inglesa e tornou-se o livro favorito de milhares de pessoas.
O Morro dos Ventos Uivantes foi uma leitura extremamente intrigante. Não é um livro que conta uma história bonitinha de amor. Realmente não é. Seria mais uma história de ódio, dor e sofrimento
O modo como os personagens sentem o amor e o afeto entre si, é mais como se fosse uma doença. Heathcliff ama tanto a Catherine que isso chega a o fazer cometer loucuras e atos imprudentes. E Catherine, apesar de amar Heathcliff, comete um erro que faz com que ela passe o resto da vida sofrendo.
Assim ele nunca saberá como eu o amo. E isso não porque seja belo, Nelly, mas porque ele é mais eu do que eu mesma. Seja de que forem feitas nossas almas, a dele e a minha são as mesmas. - Cathy
Quando mesmo ele a amasse com todas as forças de seu franzino, não conseguiria nunca amá-la, em oitenta anos, tanto quanto eu a amo em um dia – Heathcliff
Os personagens são confusos, complexos e até mesmo loucos . Não sei por que, eu gosto de personagens assim, me dão bastante o que pensar. Heathcliff, imagino eu, fica tão abalado que perde a noção de vez. Nada mais importa para ele depois de perdê-la para sempre. Ele chega a se tornar um mostro, eu acho que porque Heathcliff não vê mais motivos para continuar vivendo.
A vida, depois que eu houvesse perdido Catherine, seria para mim um inferno – Heathcliff
A narrativa de Emily Brontë é cheia de sentimentos exagerados. No inicio, eu demorei apara me acostumar, mas depois fluiu com muita facilidade. Acho que depois da página 210 começa a ficar mais parado. Porque o que eu queria ler, termina. E então temos de fato, uma loucura atrás da outra. Não é ruim, mas poderia ser mais resumido.
Eu gostei do livro. Não é uma história de amor, é uma história sobre um amor que não deu nem um pouco certo. E por isso temos muito sofrimento. Mas tem algo nos personagens e nessa loucura, nesse ódio todo que me cativou, nem sei explicar o que. Me chamem de louca, mas eu gosto dos personagens.
Gostei bastante da tradução da Martin Claret, bem fiel ao original. O único ponto que eu não gostei foi que os nomes de alguns personagens foram traduzidos. Mas consegui ler sem problemas, era só colocar mentalmente os nomes originais.
Sabe, tanto quanto eu, que para cada pensamento que ela concede a Linton, há mil concedidos a mim! – Heathcliff
Essa resenha está cheia de quotes porque de fato, eu as achei dignas de estarem aqui e ajuda a ilustrar os sentimentos dos personagens. 
Recomendo o livro. Mas aviso que se está esperando um romance bonitinho, sugiro escolher outro.

22 comentários:

  1. Uau, essa capa eu não conhecia! Mega sombria!
    Amo esse livro, é um dos melhores para mim!!!

    Bjs
    Bia
    www.amormisterioesangue.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi

    Não chamo você de louca não :) sabe que também gosto de personagens assim, loucos e estranhos, eles trazem muito para a trama. Pretendo ler esse livro, estou muito curiosa por ter lido opiniões bem extremas.

    Ain eu adoro quotes, até para ver um pouco do estilo do autor.

    Bjuss

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu quero TANTO ler ''O Morro dos Ventos Uivantes''... Eu tenho que parar com esta preguiça e pegar logo ele para ler! Apesar de toda esta loucura doente dos personagens, parece que vai ser um clássico que eu vou gostar!

    ps: Adorei você ter colocado os quostes na resenha #FãDeQuotesInTheHouse

    ps: Essa é a capa deste livro mais fantástica que já foi lançada por aqui (acho que já disse algo parecido, né?! Então, só releve... Rsrsrs).

    Henri B. Neto
    ''Na Minha Estante''

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi!
    Eu também li a versão da Martin Claret e isso dos nomes também me incomodou.
    De qualquer forma, acho o livro sensacional. Esses sentimentos exagerados dão um toque especial à história e achei algumas passagens lindas demais e extremamente românticas, ainda que o livro esteja longe de ser clichê.
    Ele é bem sombrio mesmo e as personagens loucas. Mas gosto muito!
    Parabéns pela resenha, sempre gosto quando vejo pouco da história sendo contado e mais foco na opinião do resenhista!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gabi!
    Tenho esse livro aqui, mas não é essa edição da Martin Claret. Espero que na minha edição não traduzam nomes... rsrsr
    Sempre soube que não era uma linda história de amor, mas sou muito interessado para ler. Adorei conhecer sobre a vida da Emily Brontë, enquanto lia Miss Brontë e é legal ler um livro desses sabendo como foi escrito, quando...
    Enfim, tenho é que tomar vergonha na cara! :P
    Bjão!

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro há algum tempo e amei!!! Foi uma leitura complexa e densa, mas também sensível e arrebatadora. :)

    Eu gosto de ler clássicos em exemplares antigos, justamente por causa da tradução.

    As quotes são incríveis!! Lembrei de cada detalhe. :D

    Bjs ;)

    ResponderExcluir
  7. Já li este livro a muito tempo e realmente os personagens são bem intensos. Particularmente amei a história talvez por ser tão trágica.
    Os personagens são bem construídos, com personalidades e mentes completamente distintas. O sofrimento e a dor são muito reais durante a leitura.
    Amei as quotes na resenha, nos mostra um pouco dos personagens e da escrita da autora. :D
    Essa capa é tão linda e sombria. *-*

    Beijos,
    @umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Minha mãe sempre fala desse livro e depois dessa resenha fique com mais vontade de ler. Tomara que eu ganhe no sorteio :)

    http://thebookofmydreams.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Faz muuuuuuuuito tempo que eu queria ler esse livro.. Tive a oportunidade de comprar, mas não sei o que me deu.. haha. Acho que tava esperando uma resenha pra ver se realmente é bom.
    Fiquei um pouco com medo desses dois, haha D:
    Mas agora é que eu quero ler MESMO! :D
    Adorei a resenha, Gabi *-*
    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá tendo promoção do livro aqui no blog :)
      É a chance de ganhar!!

      Gabi

      Excluir
  10. Eu AMO esse livro. É um dos meus preferidos. Os personagens são absolutamente fascinantes. Por vezes eu odeio a Cathy, por outras adoro. Mesma coisa sinto pelo Heathcliff. Na verdade, acho que Heathcliff é um dos melhores personagens da literatura. Eles são de fato complexos, como você comentou, mas acho que é justamente nessa complexidade que reside o fascinio deles e da história.
    Você tem toda razão: esse livro não é recomendado para quem procura um romance bonitinho. É recomendado para quem quer ler uma história inesquecivel escrita de maneira impecavel.

    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu amei esta nova capa!!! Eu tenho aquele lançado pela Lua de Papel em 2010...realmente eu gostei muito deste livro e odeio o Heathcliff com todas as minha forças...a história embora seja de uma escrita difícil e em alguns momentos rebuscada demais pro meu gosto acabou me cativando! É um clássico...super recomendo!

    Mas na boa, não me chamaria a atenção aqueles passeios nas charnecas!! kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Oi Gabi!
    Bom, vc já sabe que eu não gostei muito do livro né?! Concordo com absolutamente tudo que vc falou sobre o livro (é uma loucura só), mas não consegui achar nada muito atraente na narrativa da autora e na história (é muita viagem na maionese pra um livro só, hehehe)!
    Li na edição da Lua de Papel, então não posso comentar sobre isso, mas achei a capa bem bonita (embora goste mais da outra). Porém, ainda acho muito melhor a Martin Claret não ter colocado aquela frase tosca ligando o livro à Bella e Edward ;)

    Beijos
    Adriana - Mundo da Leitura

    ResponderExcluir
  13. Oi Gabi, tudo beem?
    Quero ler esse livro a bastante tempo, parece ser muito bom!
    Ameeeei sua resenha, me deu ainda mais vontade de ler!
    Confesso que achei que seria um romance leve, mas pelo que vc disse não é nada parecido com isso, rsrs..
    Estou louca pra ler!
    Ahhh.. tem sorteio novo de um livro beem legal lá no blog! Participa, acho que vc vai gostar!
    Beijosss,
    Mari.
    www.planetamariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Estou MUITO curiosa pra ler esse livro. Adoro livros que fujam do tradicional e já me disseram que esse livro é extremamente incomum!
    A resenha está maravilhosa e me deixou ainda mais curiosa pra ler. Espero ter a chance de ler logo!
    Beeijos

    ResponderExcluir
  15. Esse livro é totalmente perfeito, apesar de ser uma história de ódio! É fascinante como é retratada a história dos dois! E apesar de tudo, de todas as loucuras tanto da Cathy como do Heathcliff,eu percebi que o verdadeiro amor existe, pode até durar para sempre passando por todas as barreiras. Ainda que não seja com um final feliz, o amor dos dois ainda estava la. Mais vivo do que nunca e foi a causa da ruina deles!PERFEITO!

    ResponderExcluir
  16. Eu achei essa capa mais bonita. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  17. Também adorei a resenha, fiquei com muita vontade de ler este livro agora hehe.. além da capa ser linda e misteriosa. Não sei se gostaria da historia pois não gosto de histórias muito tristes, mas essa parece ser bastante interessante :)

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Há muito, muito tempo mesmo quero ler este livro e nunca tive a oportunidade.
    Gostei da descrição que vc deu a essa história de amor: doença. Pq é realmente assim q é.
    A sombria capa dessa edição combina bem tanto com o nome do livro quanto com a história, gostei dela!
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Conheço esse livro de muito tempo so de nome e nunca tive a chance de saber do que se trata o romance, espero le-lo logo e poder tirar minhas proprias conclusoes.

    abs, boa resenha

    ResponderExcluir
  20. Palmas para Emily Brontë, uma grande escritora que conseguiu condensar toda sua paixão no único livro que publicou. Mas cá entre nós, a cada capítulo a minha vontade de aniquilar o Heatchcliff só aumentava. Que angústia, que criatura odiável, me admira que alguém sinta pena daquele ser desprezível.Quem será na vida da Emily que tinha um caráter tão destrutivo e ácido que inspirou a criação daquele monstrinho?

    ResponderExcluir
  21. Livro perfeito. A narrativa entrelaçada a outras narrativas torna o livro um espetáculo.Tudo termina de um jeito que o leitor não imagina. A descrição dos espaços faz os cheiros saírem das páginas. As cenas vão se montando em nossa mente... maravilhoso!!!!!
    Elem

    ResponderExcluir