12 de abril de 2012

Resenha: Terra de Sombras - Alyson Noël


Editora: Intrínseca
Essa resenha contém spoiler dos livros anteriores. Para conferir as resenhas clique em: Para Sempre| Lua Azul
Lá vamos nós de novo. Como Lua Azul termina daquele jeito estilo – eu preciso ler o próximo, mesmo não tendo gostado muito desse – eu tratei de conseguir Terra de Sombras. Peguei o livro emprestado com uma amiga minha e acabei lendo-o em um dia.
Ever agora está sofrendo as consequências de seu ato não muito inteligente no final do segundo livro. Ela e Damen não podem mais se tocar, caso isso aconteça, ele morre. Então, ela vai tentar falar com Roman, já que ele tem o antidoto para esse problema. Mas assim que ele determina o preço que ela precisaria pagar, Ever percebe que será mais difícil do que ela pensou.
O livro se desenrola na história de Ever tentando buscar uma solução sozinha. Entre feitiços, livros em códigos e mais dramas de adolescentes.
A parte legal da narrativa da Alyson Noël, é que ela é muito rápida. Os capítulos curtos e a ansiedade de querer saber como ela vai resolver tudo acabam fazendo com que eu leia os livros da série muito rapidamente. A história é sim, intrigante. Eu estou sempre querendo saber o que vai acontecer e isso acaba fazendo com que eu não consiga desistir da série.
Vamos falar agora dos motivos que ainda me incomodam. Ever, Ever, Ever. Cometer um erro uma vez é humano, mas persistir no erro é escolha. Ela precisa imediatamente começar a ouvir os outros. Em Lua Azul ela não dá ouvidos às gêmeas e se mete em confusão, e em Terra de Sombras ela não dá ouvidos ao próprio namorado - que por sinal, tem anos de experiência no assunto da imortalidade - e se mete em confusão de novo.
Enfim, espero que ela aprenda de uma vez. A autora adiciona um personagem novo, que deixa um clima de triângulo amoroso e Damen ciumento na história. Eu gostei disso nesse livro em particular, mas quero ver como a autora vai desenvolver nos próximos.
Tenho fé que a Ever vai melhorar, estou torcendo muito para que ela se ligue e aprenda com os erros no próximo livro. Se isso acontecer, será uma leitura sem tantas brigas entre eu e a ela. Não gosto muito de brigar com os personagens, mas nesse caso foi necessário.

3 comentários:

  1. Oi Gabi

    Espero que a Ever tenha tomado jeito também, elas faz cada coisa, o fim de Lua Azul é inacreditável. Deve ser legal o Damen ciumento, ele não demostra muita atitude nos outros.

    ;)

    ResponderExcluir
  2. Gabi, Gabi...
    Eu achava que eu nunca poderia continuar lendo a série, por N motivos...o primeiro deles e o mais óbvio, é que a galera fala que a série não é boa! Mas aí, vem o SUB e faz promo dos livros..fui obrigada a comprar e agora, vou lê-los!

    Mas admiro quem teve a perseverança! hahaha xD
    Ainda tenho que ler Lua Azul! rs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Isssssssssssso Gabi! Aguenta firme que melhora! Verdade, errar humano, mas persistir no erro é escolha - e a Ever é uma das protagonistas mais teimosas da literatura YA atual, né? Pelo amor! Mas pelo menos esse livro é melhor do que o anterior, com certeza, né? Já é uma conquista. E, verdade, Alyson Noel não deixa a gente desistir da série, apesar de todos os pesares... Isso deve contar alguns pontos positivos, né?
    Beijão!

    ResponderExcluir