15 de junho de 2013

Resenha: A Elite - Kiera Cass


Essa resenha pode conter spoilers de A Seleção.
Agora, com apenas seis meninas sobrando, a competição pelo coração de Maxon (ou pela coroa...) está cada vez mais acirrada.
America está cada vez mais em dúvida entre Maxon ou Aspen. Triângulos amorosos normalmente fazem com que eu não goste tanto de um livro, porque eu não gosto de todo o dilema de não conseguir escolher. Contudo, eu gosto tanto da America como personagem, que eu acabo gostando  da história, apesar da indecisão absurda dela.
Eu, como leitora, não estou dividida entre Maxon e Aspen. Maxon me decepcionou bastante nesse livro. Algumas ações dele me deixaram com o coração partido. Porque mexe com uma parte minha que não deveria ser mexida desse jeito. Não por um príncipe. Enfim. Eu até entendo a dificuldade da posição dele, eu entendo o motivo por trás de suas ações, mas eu, como leitora, me senti decepcionada. Eu não esperava algumas coisas que ele fez.
Gosto muito da narrativa da Kiera Cass, por proporcionar que o leitor entenda as ações da America. Eu adoro ela como personagem, eu gosto que ela seja diferente das outras, tenha opinião própria e lute por aquilo que ela acredita. Mesmo que as consequências disso não sejam as melhores.
Algo que eu esperava ver nesse livro e agora estou colocando todas as minhas expectativas no terceiro livro, era que eu queria saber sobre o governo, o que acontece nos bastidores daquela monarquia aparentemente perfeita e o que acontece nas castas e o que os rebeldes querem. Eu queria mais desenvolvimento no lado distópico e em tudo que acaba ficando em segundo plano.
Eu gostei do livro. Apesar dessas ressalvas, a narrativa é viciante, os personagens são intrigantes e eu adoro a ambientação do palácio e de príncipes e princesas. Infelizmente, o fato de eu ter me decepcionado com o Maxon influenciou um pouquinho na avaliação geral da história. Agora resta esperar pelo terceiro e último livro, The One, que será lançado apenas em 2014.
E eu sei que estou na minoria que não é muito fã do Maxon, ele vai precisar se redimir muito comigo no próximo livro.

8 comentários:

  1. Oie!
    Acho que eu fico na dúvida entre o Maxon e o Aspen, mas na minha concepção Príncipe é Príncipe, e acabo torcendo para ele.
    Aii, to amando esta triologia, vicia mesmo.

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  2. Quem me decepcionou neste livro foi a America. O Maxxon, justamente pelas atitudes dele, recebeu todo meu respeito. rs

    Eu também senti muito falta deste lado mais distópico e juro que se no terceiro livro ela não ter enfase a isto eu desclassifico a trilogia de livros bons para serem lidos e a classifico sobre livros que vai para lugar nenhum... =/

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi, esse foi um livro que me deixou muito irritada com praticamente todos os personagens, desde dos que eu gosto como o Maxon até os que eu não suporto como o Aspen. Mas apesar disso o final me deixou extremamente ansiosa pelo último livro e ao mesmo tempo morrendo de medo de que rumo a estória vai tomar. Beijos,

    http://rehabliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nem fale da indecisão da America! Chegou até a me irritar nesse volume, ainda que ela tenha dito várias atitudes bacanas (não relacionadas à Aspen ou Maxon)..
    Espero que o 3º volume deixa claro tudo que deixou em aberto sobre o governo e a parte menos "real" da Illéa, mal posso esperar para ler!
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  5. Achei teu blog procurando por resenhas de "A Elite", pensando se era só eu que estava com esses sentimentos...

    Sabe, achei até legal o Maxon pegar outras gurias lá e se focar na outra concorrente, foi meio que um "tapa na cara" da América por ser TÃO indecisa. Achei legal ele não ficar lá sentado esperando ela se decidir, até porque como ele disse, se ela decidir que não quer ele, ele vai ficar de mãos atadas e ter desperdiçado a única chance dele de escolher uma esposa e ser feliz!

    Ah, eu também queria saber mais informações sobre as revoltas, acho que poderia ser bem melhor desenvolvido, a kiara vai deixar pra jogar toda as história no último livro :(

    Beijinhos!
    www.blogdaruiva.com

    ResponderExcluir
  6. Fico feliz em saber que não fui a única a se decepcionar com o Maxon. A América é irritante com a indecisão dela, mas ela sempre foi sincera com ele, e ele deu vários motivos para ela se sentir insegura. Foi como você disse, mexeu com uma parte de mim que não deveria ser mexida. No primeiro livro o sentimento dele pela América era palpável, nesse não. Estou esperando que no próximo livro ele se redima.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Apesar de eu ser completamente team Maxon, concordo que algumas coisas que ele fez/disse nesse livro foram um pouco decepcionantes... Também gostaria de saber mais sobre a história e a política do futuro distópico, como a verdadeira razão dos ataques rebeldes ao palácio, a falta de livros de história, o que realmente aconteceu na 4ª e 5ª guerra mundial. Resta esperar o último livro! :) Estou louca pra ler The One.

    ResponderExcluir
  8. Achava que era única que ficou irritada com a indecisão de America! Cara, custava decidir logo que quer Maxon pronto e acabou? (Team Maxon). Ah, queria saber mais também sobre o governo, os rebeldes. Infelizmente, foram pouquíssimas informações. Colocando todas as minhas expectativas em The One. Torço para que supere minhas expectativas.
    Beijos, Isa Aragão.

    ResponderExcluir