23 de julho de 2013

Resenha: As Virgens Suicidas - Jeffrey Eugenides

The Virgin Suicides, publicado em 1993, é narrado na primeira pessoa por um grupo de amigos que muitos anos depois dos suicídios das meninas Lisbon, ainda se intrigam com os motivos que as levaram a tirar a própria vida.
A narrativa do livro é peculiar por se tratar de um narrador que narra no plural e que participou de alguns eventos e observou outros. Como é dito por eles em diversas partes do livro, os anos se passaram, evidências foram recolhidas e estudadas, mas eles nunca irão descobrir a verdade.
As cinco meninas eram motivo de curiosidade para os meninos, filhas de pais tradicionais e religiosos, elas eram proibidas de ir a festas, usar maquiagem e fazer coisas típicas de adolescentes. Essa vida reclusa que elas tiveram, torna ainda mais difícil entender o motivo dos suicídios.
Cecilia, com treze anos, foi a primeira a tirar sua vida e a partir de então, a vida das outras quatro – Lux, Bonnie, Mary e Therese – passou a ser ainda mais reclusa e presa dentro da própria casa. Um ano depois, as outras quatro cometem suicídios.
O livro tem uma narrativa bastante densa e com poucos diálogos. Baseada em memórias do grupo de meninos, o autor reconstrói cenas e momentos com clareza e perfeição. Eu me senti parte daquele grupo que estava tentando desvendar esse mistério. Senti que fazia parte das cenas e senti que estava vendo tudo acontecer.
Eu senti falta de um aprofundamento maior na personalidade de algumas irmãs. Cecilia e Lux são extremamente bem desenvolvidas e caracterizadas pelo autor, chegando a um ponto onde eu as via e podia ouvir suas vozes individuais. Entretanto, Bonnie, Mary e Therese ficaram de lado.
É uma história crua, real e impactante. É visível como a superproteção dos pais, querendo que nada acontecesse com suas filhas, é um dos motivos pelos quais, as suas vidas acabaram cedo demais. O autor mostra o impacto dos suicídios na pequena cidade e principalmente, nos pais das meninas.
Não é uma leitura leve, mas eu gostei muito. Achei apenas em alguns momentos a narrativa um pouco arrastada, mas pensando no livro como um todo, é fenomenal como o autor deu vida aos personagens e aos eventos.
Eu terminei a história querendo ler uma versão narrada pelas meninas Lisbon, querendo saber o que realmente aconteceu com elas e o que elas pensavam sobre tudo.

10 comentários:

  1. Nossa, o título desse livro e a sua premissa me instigam demais. Quero muito ler, mas meu pai não acha uma boa ideia que eu leia livros pesados :/ Quem sabe ele deixa depois.

    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi gabi,

    Já tinha visto umas partes do filme (você sabia que tem o filme) mas não sabia que tinha o livro.
    Muito bacana a resenha, fiquei curiosa também para saber o motivo principal do suícidio das irmãs, muito triste, mas aas vezes gosto de sair dessa parte fictícia e ver um pouco mais de drama..

    Abraços
    Gabi Lopes
    sonhosaventuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Só vejo críticas positivas a resenha desse livro, e tenho certeza que deve ser mesmo ótimo, ainda que não muito alegre. Quero muito ler.
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  4. Estou começando a desenvolver um interesse genuíno por esse livro. São tantas resenhas boas e interessantes!

    Adorei aqui :)

    ResponderExcluir
  5. Tenho mixed feelings com esse livro, mas posso dizer que no geral gostei bastante. Mas é um dos poucos casos em que gostei mais do filme!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Gabi!! Eu também li esse livro e adorei!! Eu não gostei tanto do filme, não sei por que, mas achei o livro muito mais bonito e a narrativa dele é esplêndida!! <3

    ResponderExcluir
  7. Oi Gabi

    Nessa questão então o filme foi bem fiel, pois não se sabe das outras 3 irmãs, elas parecem que são apenas um grupo. Eu gosto bastante de como esse autor escreve.

    :)

    ResponderExcluir
  8. Eu até hj n consegui resenhar esse livro. É peculiar, lento, mas lindo! Tbm queria um livro do ponto de vista das meninas para entender tudo!

    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabi,
    Eu achei a narrativa do autor maravilhosa!
    O livro é incrível, fiquei hipnotizada pelas meninas. Também acho que seria fantástico um livro escrito sob o ponto de vista delas. Esclareceria muitas coisas, mas acho que faz parte do mistério, né? Os pais tiveram a sua parcela de culpa, mas fiquei com pena deles.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. nossa a minha mae n deixou eu comprar esse livro pq eu ja tenho um histórico com tentativas falhas de suicidio!

    ResponderExcluir