7 de dezembro de 2013

Resenha: O Retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde

“The Picture of Dorian Gray” tem um dos enredos mais intrigantes que eu já me deparei. Dorian Gray vende sua alma para permanecer jovem para sempre, enquanto a imagem do seu retrato envelhece. Seguindo por essa premissa, Oscar Wilde apresenta diversos pensamentos, diálogos e questionamentos durante o livro.
Dorian Gray era um menino inocente que não tinha muita noção do tamanho da sua beleza, até Lord Henry apontar isso para ele e dizer que Dorian deveria aproveitar seus anos de juventude visto que logo iriam chegar a um fim. Então, Dorian Gray comenta como ele queria que fosse possível uma magia que o fizesse permanecer jovem e o quadro que Basil Hallward estava pintando envelhecesse. Quando o jovem percebe que seu desejo, por algum motivo, virou realidade, ele entra em uma vida cheia de pecados e corrupções.
O que me levou gostar do livro como eu gostei, vai além do enredo e dos personagens. A narrativa do Oscar Wilde é maravilhosa, ele soube juntar palavras comuns e formar frases e parágrafos magníficos. Em diversos momentos eu me vi lendo e relendo algumas passagens, encantada com a perfeição e com a maneira que o autor transmite seus pensamentos para o leitor.
Através dos diálogos – muito bem construídos – dos personagens, pode-se perceber o posicionamento deles sobre diversos assuntos, que renderiam horas e horas de discussão. Eu não concordei com todas as afirmações, mas todas me deixaram pensando e refletindo sobre o que os personagens pensavam. Apesar de o livro ter sido publicado em 1890, muito pode ser visto na sociedade dos dias de hoje.
Dorian Gray é um personagem muito bem construído e o desenvolvimento dele durante o decorrer da história é muito bem feito. O livro mostra muito a influência de pessoas na vida de outras e como uma pessoa pode buscar desculpas e razões por suas ações, nunca sendo culpa de quem realmente comete os atos.
Oscar Wilde narra esse livro com uma simplicidade admirável, muitos clássicos são dotados de linguagens rebuscadas e de difícil compreensão, mas "O Retrato de Dorian Gray" é de fácil compreensão e eu me conectei com a história e com os personagens a ponto de não querer que o livro terminasse.

O livro é muito mais do que eu consegui colocar nessa resenha, é uma daquelas histórias que marca o leitor e que com certeza, vou reler muitas vezes no futuro. 

9 comentários:

  1. Oi Gabi, li esse livro já faz um tempinho. E nossa é uma leitura prazerosíssima. Eu amei a narrativa do Oscar, as fissuras do modesto Sr. Gray. Um clássico recomendado para todos!

    Beijos, www.setecoisas.com

    ResponderExcluir
  2. Um dos clássicos que quero ler. Provavelmente, em Janeiro. A história parece muito interessante.
    Ótima resenha!
    Beijos
    All My Life in Books

    ResponderExcluir
  3. Nem preciso dizer que fiquei louca para ler, não é? Entrou para a lista de prioridades - pode apostar que em breve irei colocar as minhas mãos em um exemplar de O Retrato de Dorian Gray <3 :)

    ResponderExcluir
  4. Tinha dito no seu post de Leituras de Outubro e Novembro que estava louca para lê-lo, e ele será minha próxima leitura. Tudo o que você fala dele só faz aumentar minha ansiedade para começar a lê-lo, principalmente porque eu quero fazer isso há séculos. :)

    Você já leu Os Sofrimentos do Jovem Werther, Gabi?

    http://sendoempapel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ando bem curiosa para ler ele, ainda mais depois que vi na livraria a edição maravilhosa da Landmark. Mas bah, depois da tua resenha realmente... terei que comprar e matar minha curiosidade, ainda mais aguçada, logo! Beijo.

    Livros e Chimarrão

    ResponderExcluir
  6. Muita gente me fala que eu preciso ler esse livro o mais rápido possível. Estou até procurando uma edição bacana para comprar. Mas... Tá faltando um item importante: $ :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. Partiu dar um jeito de ler este livro! Eu acho a cara do Príncipe Caspian, porque o ator que faz o personagem do PC é o mesmo que faz o Dorian Gray, haha! Ótima resenha, Gabi!

    Clara
    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. minha amiga falou muito bem desse livro e com essa resenha então fiquei com mais vontade de ler ainda.
    http://blogradioactive.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabi,
    Adorei sua resenha e pretendo ler o livro! Parece espetacular! :)
    Vou procurar ler em breve, sem dúvidas!!

    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir