24 de fevereiro de 2014

Resenha: Mansfield Park - Jane Austen

Mansfield Park era o livro que faltava para eu completar a leitura de todas as obras da Jane Austen. É uma sensação estranha saber que agora eu só poderei entrar em contato com a narrativa da autora por meio de releituras.
Os enredos dos livros da Jane Austen são sempre muito abrangentes, em Mansfield Park não é diferente. Quando criança, Fanny é mandada para morar com seus tios que possuem melhores condições que criá-la. Lá, ela nunca ganha muita atenção e é tratada como inferior aos seus primos.
Os anos passam e Fanny é uma menina muito tímida, reservada e ela não tem muito espaço na casa para se expressar. Suas primas começam a ir a bailes, começam a aparecer pretendentes e ela apenas observa tudo que acontece em Mansfield Park.
Jane Austen insere o leitor nesse circulo de pessoas e o leva durante os meses e acontecimentos na família. Algo que eu sempre gosto nos livros da autora é como todos os personagens têm sua própria história. Os personagens secundários tem grande importância para o enredo e compõe um livro muito completo. A autora permite uma visão completa de tudo que acontece no mundo da protagonista.
Durante a leitura eu me sinto parte da história. Eu me envolvo com os personagens e eles se tornam importantes para mim. Fanny é uma protagonista bem diferente, ela não aparece na história com muita importância por um bom tempo. Ela é apenas a observadora dos acontecimentos da vida de seus primos e primas.

O grupo de personagens desse livro não é o meu favorito, comparando com os outros livros da autora, mas ainda assim eu me envolvi com o que acontecia com cada um deles. Especialmente Fanny, eu realmente torci por ela e quis que tudo desse certo. Jane Austen usa muito traços comuns ao compor seus personagens, o que os torna extremamente reais e presentes nos dias de hoje.
A narrativa da autora não é rápida. Contudo, isso permite que o leitor passe mais tempo conhecendo e entendendo os personagens. Eu gosto muito da narrativa e da maneira como a Jane Austen desenvolvia as histórias. Gosto da forma que ela não fala e sim mostra o que os personagens sentem. Os diálogos são incríveis e eu adoro a maneira como ela desenvolve os personagens.

Recomendo a leitura de Mansfield Park, como recomendo a leitura de qualquer outro livro da autora.

7 comentários:

  1. Oie!
    Até agora eu li só um livro da autora, mas quero muito ler os outros.
    Adorei sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Minha experiência com Emma, da autora, foi mais do que incrível! Adoro os detalhismos dela e a perspicácia incrivelmente única que ela tem de ver a vida dos personagens que ela se presta a falar sobre. Mansfield Park sempre me chamou a atenção para ler, assim como todas as obras da autora. Austen é um cânone - é aquele tipo de autora que, se você se apaixona, você quer desesperadamente seguir os passos (ou palavras) até não mais poder (quando os livros deste/desta não existam mais uaisuahs). Bons escritores deveriam ser eternos, não? Fico pensando o quanto mais Austen poderia ter produzido se houvesse tido uma vida realmente longa...
    Amei a resenha! Amo seu gosto literário, e amo seu jeito de escrever, Gabi. ^^
    Vou fazer a leitura em breve! Beijão!


    Achou O Quê?:
    http://achouoque.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi,
    Fico meio envergonhada, mas nunca li nada da Jane Austen. Falta em mim à procura por suas obras, mas esse ano prometi que leria algo dela (não sou a maior fã de clássicos...). Pretendo começar por Orgulho e Preconceito para me adaptar a escrita e fiquei bastante interessando em ler Mansfield Park :)
    Adorei a resenha!

    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Só li dois livros da Jane até agora e já me encantei com as obras dela e sua forma de escrever <3 Infelizmente são poucas as obras dela para conhecermos, né?! Ainda quero muito ler todas elas, Mansfield não me chamava muito atenção, confesso, mas depois da sua resenha, pude saber mais sobre o livro e o interesse ressurge não só por ser de Jane Austen, mas pela estória em si ><

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabi.Menina como eu te entendo quando diz da sensação estranha de agora só fazer releituras, das obras dessa querida autora. Senti a mesmíssima coisa. Eu não leio em inglês, ainda posso ir atrás de traduções diferentes. Porque as traduções costumam ser bem diferentes. Infelizmente. Já vc deve se deleitar no original mesmo. Como vc diz a escrita incrível mesmo. Não é só a estória em si mas principalmente o modo da escrita. Bjs Gabi

    ResponderExcluir
  6. Oi, Gabi! Saudades daqui!
    Sinto saudade do clima de livros da Jane Austen. É uma atmosfera quase palpável. Quero muito ler todos os livros dela, mas ainda não achei como! Mas vai dar certo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Alô, Gabi! Minha relação com Jane Austen até agora foi: li três livros, não gostei de um, gostei do outro, amei outro. Pelas tuas resenhas, realmente acredito que não é à toa que "Orgulho e Preconceito" foi o livro da Austen que mais fez sucesso! Apesar de você ter gostado basicamente de todos, O&P realmente faz jus a sua fama, né?

    ResponderExcluir